Arquivos do Blog

Carrossel (29/01/2013): Valéria vê Firmino com o bebê e faz várias perguntas

Carrossel

Olívia e Firmino vão averiguar. Firmino diz que ela vai voltar. Olívia pede para que ele pare de dizer bobagem, pois ela abandonou a filha na escola. A diretora toca o sinal da escola e resmunga: ?era o que faltava, um zelador querer ser mãe na terceira idade?. Valéria vê Firmino com o bebê e faz várias perguntas. Ele tenta explicar para ela como a criança foi parar na escola. Valéria paparica a criança. Mário continua com sua revolta com o mundo por se sentir desprezado. Firmino, Helena, Renê e algumas crianças conversam sobre o bebê e decidem chamá-la de Juju. Pensando no bem estar de Juju, as crianças do terceiro ano, Helena e Firmino pensam na melhor maneira de cuidar do bebê. Olívia pede para que Graça ajude Firmino a cuidar de Juju. Mais tarde, Helena e Renê entram na sala dos professores e flagram Suzana ameaçando Graça a não dizer nada sobre a verdade que ela havia descoberto e contado para Helena. Ao perceber a presença dos dois, Suzana tenta desconversar, mas Renê quer saber que verdade é essa. Graça diz que os três que se resolvam e sai da sala. Achando que Helena já havia contado tudo pra Renê, Suzana assume que inventou que namorava Renê antes mesmo deles terem um relacionamento de verdade. Suzana tenta amenizar a questão acusando Helena de ter feito fofoca por ser invejosa. Renê diz que Helena não havia contado nada e que Suzana acaba de se entregar sozinha. As crianças falam com seus pais sobre a Juju. Os pais de Maria Joaquina mandam entregar um berço na escola para ajudar o bebê. Renê diz que sentiu muito a falta de Helena, que também diz o mesmo. A professora pede desculpa por ter tratado ele de maneira fria. Renê diz que agora já sabe o motivo. Os dois se abraçam. Todas as crianças preparam algumas coisas para levar para Juju: roupas, mamadeira e alimentos. Renê e Helena vão embora juntos conversando sobre o que aconteceu. Cirilo ajuda Firmino a trocar a fralda de Juju. Sandra dorme na rua, mas fica triste e com insônia por se sentir culpada por deixar sua filha na Escola Mundial. A mulher sente saudade e sofre muito com a separação.

UOL - O melhor conteúdo

Rosanne Mulholland, a Professora Helena, mostra os bastidores da novela Carrossel: Fotos

Na novela, Professora Helena é amiga de todos. E nos bastidores não é diferente. Rosanne Mulholland, a intérprete da doce professorinha da Escola Mundial, mostrou que é bastante querida por todo o elenco. Em sua conta no Twitter, a atriz costuma divulgar fotos com os colegas que Carrossel lhe deu, entre as crianças e os adultos da novela.

Com Maisa Silva, a Valéria:


Foto: Reprodução/Twitter

Um abraço em Lucas Santos, o travesso Paulo:


Foto: Reprodução/SBT

Na companhia das crianças e adultos da novela:


Foto: Reprodução/Twitter
SBT – OFICIAL

Carrossel (26/01/2013): Rosa explica que foi até o juizado de menores e o juiz a nomeou como tutora da criança

bcvbcv (4)

Rosa explica que foi até o juizado de menores e o juiz a nomeou como tutora da criança. Helena conta aos alunos que a tutela de Juju foi decidida, a bebê vai ficar com Rosa, a mãe de Valéria. Ao chegar em sua mansão, Rosana encontra uma garota dormindo na frente de sua casa, é Sandra, a mãe de Juju. A perua manda Sandra ir dormir no banco da praça. Laura está extremamente triste, pois Juju não vai ficar em sua casa. Sandra vai à escola, ela pergunta a Cirilo se acharam algum bebê. Cirilo conta encontraram Juju, que ela estava sob os cuidados de Firmino, mas agora a bebê vai para a casa de uma amiga sua, a Valéria. A garota encontra Valéria no pátio da escola. Valéria diz que Juju terá uma família. A garota, mãe de Juju, pede para as meninas cuidarem bem da bebê, pois a mãe dela voltará para buscá-la assim que as coisas se resolverem. As meninas acham o comportamento da mulher estranha. Renê convida Helena para tomar um sorvete, mas a professora recusa. O professor acompanha Helena até sua casa. Suzana os observa. Valéria afirma que ninguém vai separá-la de Juju. Valéria pede para Rosa deixar Juju dormir em seu quarto, mas a bebê chora a noite toda e Valéria não consegue dormir.
 fonte: UOL - O melhor conteúdo

Carrossel (22/01/2013): Marcelina vê uma menina do quarto ano (sala da professora Suzana) chorando no pátio

bcvbcv (4)Marcelina vê uma menina do quarto ano (sala da professora Suzana) chorando no pátio e se aproxima para perguntar o que está acontecendo. A menina se identifica como Fabiana, mas diz que não está chorando. Cirilo e Bibi se aproximam e Fabiana se afasta. Com preguiça, Graça senta nos óculos de Olívia, que fica todo quebrado. A faxineira pede a ajuda de Firmino. Olívia fala com as paredes, tropeça nas coisas e não enxerga por estar sem seus óculos. A diretora pede ajuda para Firmino para encontrar os óculos. Firmino tenta enrolar Olívia para ajudar Graça. No banheiro, Bibi também vê Fabiana chorando. Bibi convida Fabiana para falar com Helena sobre o que está acontecendo. A aluna do quarto ano diz que Suzana não deu importância. Fabiana conta para Helena que seu pai está triste por conta de um falecimento. Helena conforta a menina e todos os alunos levantam e lhe abraçam. Graça continua preocupada com os óculos de Olívia e decide ir até uma ótica. Suzana encontra sua aluna na sala com Bibi e dá bronca nas duas que começam a chorar muito no pátio, chamando a atenção de Renê e Helena que vão verificar o que está acontecendo. Bibi tenta explicar, mas a confusão muda de foco e acaba virando uma discussão entre Suzana, Renê e Helena. Olívia conversa com Firmino e pede para que ele leia os e-mails que ela recebeu. Ao ler os e-mails com ajuda de Firmino, Olívia descobre que confundiu os documentos e mandou dados da escola para sua mãe e fotos dela fazendo ginástica para o MEC. Mais tarde, Olívia esbarra em Graça e a faxineira diz que tem algo para ela. Renê e Graça discutem na sala de música.

UOL - O melhor conteúdo

José de Abreu assume ser bissexual

José de Abreu, o Nilo de “Avenida Brasil”, causou polêmica no Twitter ao defender a homossexualidade e assumir ser bissexual.

“Eu sou bissexual e daí? Posso escolher quem eu beijo? Quando quero beijar uma pessoa não peço atestado de preferência sexual, só depende dela querer. Não posso obriga-la a me beijar. Pouquíssimos gays se atreveriam a fazer que eu fiz em 1975 – Viver com minha mulher (na época  a professora Nara Keiserman) e dois filhos (2 e 3 anos) e com um casal gay que viviam maritalmente durante 2 anos”, escreveu o ator no microblog, na última terça-feira (8).

Os seguidores começaram a questionar quem foram seus pares com quem teve relacionamento bissexual. E José confessou. ”Pena que o Caio Fernando Abreu [jornalista, dramaturgo] morreu. Também morei com ele. Um morreu de AIDS, cuidado pela minha mulher, eu já tinha me separado dela, o outro é um grande diretor de teatro, não vou dizer”.

José de Abreu assumiu após defender os homossexuais de políticos e conservadores. “Tem dias que prefiro homens, tem dias que prefiro mulheres.Tenho que mudar? Eu sou assim, ué. Tenho que ser igual aos outros? Prefiro o que me dá prazer. E prefiro ter a ‘preferência’ que deixa-la nas mãos da natureza… Ou de Deus. Prefiro homens e mulheres que me interesses sexualmente”, defendeu.

O ator contou sobre uma relação que teve com uma bissexual que durou nove anos. “Em 1989 me apaixonei por uma bi. Ficamos juntos e resolvemos ‘tentar’. Seu último namoro tinha sido uma mulher”.

“Eu me relaciono com pessoas, não com rótulos: gay, homossexuais, hétero, sexualidade, sexualismo, opção sexual, estou andando. Se há amor ou tesão, foi. Acho o suprassumo da caretice dividir o mundo entre gays e não gays. Ninguém me ensinou a amar assim. Aprendi a amar na Igreja”, escreveu Abreu.

Zé de Abreu disse que não se importa com a opinião do público sobre esse assunto. ”Estou andando para o que pensam de mim. Sou o que sou, a vida me fez assim. Sem medo de ter medo”.

%d blogueiros gostam disto: