Arquivos do Blog

Eliana: 20/01/2013 – Programa recebe famosas e solteiras no quadro Rola ou Enrola deste domingo

Famosas e bonitas, mas… solteiras. Eliana e o quadro Rola ou Enrola deste domingo, 20 de janeiro, estão com uma missão: arrumar um grande amor para a Mulher Melancia, Aline Pierri, a Miss Mundo SP, Milene Pavorô, Stefhany “Absoluta” e Adryana Ribeiro.

E mais: A consultora de moda Chiara Gadaleta dá dicas de customização para as roupas velhas parecerem novas. O Programa também relembra a história da cantora Thaeme, que foi vencedora do ídolos no SBT e agora faz sucesso com a dupla Thaeme e Thiago.

ELIANA
Neste domingo (20), às 15h, no SBT

De Frente com Gabi (06/01/2013): “A própria timidez me dá um charme”, diz entrevistado Michel Teló

Marília Gabriela recebe neste domingo, 6 de janeiro, o fenômeno musical, Michel Teló. O cantor vai ao programa falar da família, vida pessoal e ainda sobre seus planos para o futuro.

Reconhecido internacionalmente com o hit “Aí se eu te pego”, Michel diz que o sucesso é consequência de muito trabalho e que sempre soube que era necessário manter os pés no chão. E ainda, Teló diz que sua maior paixão é o sertanejo. “Eu chegava a chorar ouvindo as modas sertanejas”, revela.

 

Confira as melhores frases da entrevista: 

• Minha voz é rouca e suave.
• A própria timidez me dá um charme, mas não sou um cara sexy.
• O sexo é bom e eu gosto demais da conta.
• Alguma coisa diferente vai acontecer. (Sobre o início do sucesso da música “Aí se eu te pego”)
• Eu sempre pensei que na carreira tem que ter o pé no chão.
• Na Europa já passei por 11 países.
• Faz 2 anos e 10 meses que eu lancei a carreira solo.
• O Neymar é um grande divulgador do meu trabalho.
• Me cuido um pouco, mas não sou metrossexual.
• Meu irmão me chama de M, minha mãe de  Mi e meu pai de Michel.
• Sempre trabalhei em família, passa segurança.
• Eu nasci em Medianeira e cresci em Campo Grande.
• Meu avô tocava sanfona.

 

Michel Teló fala sobre seu sucesso internacional a Gabi (Foto: Carol Soares/SBT)


• O primeiro instrumento que eu toquei foi o violão. Com 7 anos comecei a fazer aula de piano.
• Comecei a tocar profissionalmente com 12 anos.
• Ouvia muita música gaúcha.
• Eu chegava chorar ouvindo as modas sertanejas.
• Sou um sertanejo mais pop e moderno.
• Eu gosto de São Paulo, mas meu coração bate por Campo Grande.
• Dia de show e trabalho não bebo.
• Já aconteceu de ter gente escondida no armário do hotel.
• A música está no sangue, quero ter uma carreira consolidada.
• Quero continuar com que as pessoas respeitem o meu trabalho e indo nos meus shows. Vou continuar batalhando para isso.
• Sertanejo é minha música.
• O sucesso é a consequência de muito trabalho.
• Acho importante demais as pessoas terem uma religião.

DE FRENTE COM GABI
Neste domingo, à meia-noite

 
 
SBT
%d blogueiros gostam disto: