Arquivos do Blog

Novo Papa é Argentino! Jorge Mario Bergoglio se chamará Francisco

Novo Papa é da Argentina; Jorge Mario Bergoglio se chamará Francisco I (Reprodução)

O conclave elegeu nesta quarta-feira (13) o cardeal Jorge Mario Bergoglio, argentino, como novo Papa, sucessor de Bento XVI à frente da Igreja Católica Apostólica Romana.

É o primeiro Papa latino- americano; ele foi escolhido na 5ª votação do conclave, no meio da tarde desta segunda-feira.

Informações G1
Anúncios

Sobe fumaça preta!Votações desta manhã não elegem o novo Papa

Fumaça preta (Foto: Reprodução Globo News)

Os 115 Cardeai que estiveram reunidos na Capela Sistina, fizeram mais duas votações nessa manhã (quarta-feira   13/03/13), mais nas duas eleições a fumaça que subiu foi preta, ou seja não elegeram o novo Papa.

A fumaça preta se ergueu na chaminé  por volta de 11h40 locais (7h40 de Brasília), nenhum participante conseguiu 2,3 dos votos dos 115 cardeais.

Primeira votação do Conclave que elegera o sucessor de Bento XVI. 

Informações: G1
 

Fumaça preta na primeira votação do conclave

Igreja Católica continua sem Papa

Fumaça preta sai da Capela Sistina na noite desta terça-feira (12) (Foto: Dmitry Lovetsky/AP)

Na primeira  votação do conclave para escolha do sucessor de Bento XVI.

A  fumaça preta se ergueu da chaminé da Capela Sistina por volta das 19h40 locais (15h40 de Brasília), indicando que não houve a maioria de dois terços dos votos necessárias para eleger o novo pontífice.

Informações: G1

Agenda do primeiro dia do Conclave

Hoje (12/03) os Cardeais dará inicio ao Conclave, reunião que sera o inicio a eleição para eleger o novo Papa o sucessor de Bento XV.

O processo ocorre a portas fechadas segue uma série de ritos

Veja a agenda:

Dia Manhã Tarde
1 Missa de abertura do Conclave 1ª votação*
2 2ª e 3ª votações 4ª e 5ª votações
3 6ª e 7ª votações 8ª e 9ª votações
4 10ª e 11ª votações 12ª e 13ª votações
5 1 ª Pausa para a oração e o livre diálogo entre os eleitores
6 14ª e 15ª votações 16ª e 17ª votações
7 18ª e 19ª votações 20ª votação. Caso ainda não haja um papa, há uma pausa para reflexão até o dia seguinte
8 21ª e 22ª votações 23ª e 24ª votações
9 25ª e 26ª votações 27ª votação. Caso ainda não haja um papa, há uma pausa para reflexão até o dia seguinte
10 28ª e 29ª votações 30ª e 31ª votações
11 32ª e 33ª votações 34ª votação, com apenas dois candidatos e eleição do novo Papa
* É possível que não ocorra votação no primeiro dia, de acordo com o Vaticano
Informações: G1

A Basílica de São Pedro no Vaticano já é preparara para a primeira aparição do novo Papa

Os funcionários do vaticano colocam hoje  (11) as cortinas nas janelas da varanda central da Basílica de São Pedro, em meio às preparações para a escolha do novo Pontifx, sucessor de Bento XVI.

Na tarde desta segunda, às 17h30 (13h30 no horário de Brasília), será realizado na Capela Paulina, dentro do Vaticano,o juramento das  pessoas que irão trabalhar de alguma forma onde será realizada o conclave, onde ocorrera a reunião secreta de cardeais em que, por eleição direta, eles escolhem o futuro pontífice.

Funcionários colocam cortinas nesta segunda-feira (11) na varanda central da Basília de São Pedro, no Vaticano, onde ocorre a primeira aparição pública do novo Papa. O conclave para escolher o sucessor de Bento XVI começa nesta terça (12) (Foto: Juliana Cardilli/G1)

Funcionários colocam cortinas nesta segunda-feira (11) na varanda central da Basília de São Pedro, no Vaticano, onde ocorre a primeira aparição pública do novo Papa. O conclave para escolher o sucessor de Bento XVI começa nesta terça (12) (Foto: Juliana Cardilli/G1)

São funcionários do Vaticano que trabalharão na segurança, alimentação e auxílio aos cardeais, tanto material quanto espiritual. Os cardeais terão padres à disposição para confissão, assim como médicos.

O juramento será feito perante o cardeal camerlengo, administrador interino da Santa Sé, o italiano Tarcisio Bertone.

Na manhã de terça-feira (12), serão realizados os primeiros ritos do conclave. A partir das 7h (3h no horário de Brasília), os cardeais começam a se transferir para a Casa Santa Marta, onde ficarão hospedados. Cada um terá seu quarto – os aposentos foram definidos por um sorteio.

Às 10h (6h no horário de Brasília), será realizada na Basílica de São Pedro a missa inaugural do conclave. Ela será aberta a todos e presidida pelo cardeal decano, o italiano Angelo Sodano.

No primeiro dia de conclave, está prevista apenas uma votação. Segundo o Vaticano, os cardeais devem seguir às 15h45 (11h45 no horário de Brasília) para o palácio apostólico.

Depois, às 16h30 (12h30 no horário de Brasília), seguirão em procissão da Capela Paulina para a Capela Sistina. Às 16h45 (12h45 no horário de Brasília), já na Capela Sistina, será feito o juramento, seguido do fechamento da capela e saída das pessoas que não participarão do conclave. Em seguida, começam as votações.

O cronograma prevê que os cardeais concluam os trabalhos às 19h15 (15h15 no horário de Brasília), retornando para a Casa Santa Marta às 19h30 (13h no horário de Brasília). Às 20h (16h no horário de Brasília), será servido o jantar.

No dia seguinte, o café da manha será servido entre 6h30 e 7h30 (2h30 e 3h30 no horário de Brasília). Às 7h45 (3h no horário de Brasília), os cardeais irão para o palácio apostólico, onde das 8h15 as 9h15 (4h15 e 5h15 no horário de Brasília) será celebrada a Santa Missa na Capela Paulina.

Às 9h30 (5h30 no horário de Brasília), os cardeais seguem para a Capela Sistina e começa o primeiro escrutínio, como são chamadas as votações. Às 12h30 (8h30 no horário de Brasília) está prevista a volta para a Casa Santa Marta, com o almoço às 13h (9h no horário de Brasília).

Durante a tarde, às 16h (12h no horário de Brasília), eles voltam novamente para a Capela Sistina para as votações da tarde. Os trabalhos devem seguir até 19h15 (15h15 no horário de Brasília), como no primeiro dia.

Segundo o Vaticano, serão feitas duas votações pela manhã e duas à tarde, até um dos candidatos conseguir mais de dois terços dos votos. As cédulas serão queimadas apenas uma vez por período, e espera-se que a fumaça seja expelida pela chaminé da Capela Sistina às 12h e às 19h (8h e 15h no horário de Brasília).

Caso as votações se prolonguem, e não se resolvam nos primeiros quatro dias, estão previstos intervalos para reflexão e oração dos cardeais. Segundo o Vaticano, podem ocorrer até 34 votações, compreendendo 11 dias. Se ninguém conseguir dois terços dos votos, os cardeais passam a poder votar apenas nos dois mais votados anteriormente – e esses dois deixam de poder votar.

Fonte: G1

%d blogueiros gostam disto: